MOÇÃO DE APOIO AOS 23 E CONCLAMAÇÃO À LUTA

O Movimento Classista em Defesa da Saúde do Povo vem, em nota, repudiar VEEMENTEMENTE a sentença da “Justiça” burguesa, que condena os 23 processados por conta das Jornadas de Junho de 2013 e das manifestações contra a farra da FIFA em 2014.

Nesse sentido, este movimento declara todo apoio e solidariedade aos 23, bem como se dispõe a permanecer ombro a ombro, não só nesta luta, mas em todas as legítimas e justas lutas dos trabalhadores do campo e da cidade.

O dia 17 de julho de 2018 marca a legitimação da nova Lei de Associação Criminosa (sancionada em caráter de urgência pela ex-presidenta Dilma Rousseff em 2013, no auge dos protestos populares multitudinários que sacudiram o país) como ferramenta da repressão para perseguir movimentos sociais, com a condenação dos 23 manifestantes a penas que variam de 5 a 13 anos de prisão, pelo juiz Flávio Itabaiana de Oliveira Nicolau; serviço esse encomendado por Cabral à época das manifestações.

Tal sentença é uma clara tentativa de calar, punir e intimidar movimentos sociais, em especial os populares e mais combativos. Punição essa feita da forma mais esdrúxula, sem consistência e superficial possível (vide sentença condenatória).

Isso nos mostra a crescente fascistização do Estado brasileiro para dar continuidade a superexploração do povo, a drenagem de nossas riquezas naturais, sob o jugo do imperialismo, principalmente ianque. Faz parte da crescente intervenção militar preventiva do justo levantamento das massas, como claramente mostrou seu interventor do Rio de Janeiro, ao dizer que o direito de manifestação atrapalha o genocídio do povo.

Ao contrário do discurso derrotista propagado, o de “passividade das classes trabalhadoras” (inclusive por parte da esquerda, principalmente, a eleitoreira), os grandes levantes das massas, a partir de 2013, e as perseguições políticas, culminando nesta condenação, nos prova exatamente o contrário: a força revolucionária do povo, sua capacidade organizativa e a fraqueza do judiciário (travestido de democrático).

Como muito bem colocou Igor Mendes no primeiro evento político da Campanha NÃO É SÓ PELOS 23: É POR TODAS E TODOS QUE LUTAM!, acontecido no último dia 24 de julho de 2018: “A luta popular não cabe mais nesse quadrado! A luta popular se mostra, cada vez mais, insubmissa! A luta popular atinge novos patamares! Outros junhos virão!”.

Esse é o verdadeiro caráter das classes trabalhadoras e é nisso que devemos focar, deixando o derrotismo de lado, varrendo toda corja de oportunistas que querem nos fazer acreditar que a luta não vale a pena.

Por isso, nós deste movimento conclamamos a todas e todos os defensores da Saúde Pública, gratuita e de qualidade a levantar a bandeira da livre manifestação e contra a intervenção militar. Conclamamos também os trabalhadores a se juntarem, não apenas num ato de solidariedade aos 23, mas na luta efetiva, prática, lado a lado, pois esta causa não é pessoal para com eles, mas é política e de todos que ousam desafiar este Estado burguês fascista, genocida e em estado de putrefação acelerado. Venceremos!

LUTAR NÃO É CRIME!

NÃO É SÓ PELOS 23: É POR TODAS E TODOS QUE LUTAM!

CONTRA A CRIMINALIZAÇÃO DOS MOVIMENTOS POPULARES!

CONTRA A INTERVENÇÃO MILITAR!

OUSAR LUTAR, OUSAR VENCER!

MOVIMENTO CLASSISTA EM DEFESA DA SAÚDE DO POVO

www.saudedopovo.wordpress.com

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s